• Medlogic

O que você deve saber sobre o Alzheimer


O nome oficial do Alzheimer refere-se ao médico Alois Alzheimer, o primeiro a descrever a doença, em 1906. Ele estudou e publicou o caso da sua paciente Auguste Deter, onde estudou o seu cérebro e descreveu as alterações que hoje são conhecidas como características da doença.

O Alzheimer ocorre devido à redução na produção de acetilcolina cerebral (neurotransmissor), causando uma deterioração no desempenho dos circuitos colinérgicos dos sistemas cerebrais. É difícil determinar quem irá desenvolver a doença de Alzheimer, uma vez que é um distúrbio complexo, de causa desconhecida, que, aparentemente, intervém múltiplos fatores.


A doença de Alzheimer está dividida em três fases. O estágio inicial é difícil de ser percebido, devido o processo normal do envelhecimento. A pessoa pode:

  • Ter problemas de linguagem.

  • Ter perda significativa de memoria particularmente das coisas que acabam de acontecer.

  • Não saber a hora ou o dia da semana.

  • Ficar perdida em locais familiares.

  • Ter dificuldades na tomada de decisões.

  • Ficar inativa ou desmotivada.

  • Apresentar mudança de humor, depressão ou ansiedade.

  • Reagir com raiva incomum ou agressivamente em determinadas ocasiões.

  • Apresentar perda de interesse por hobbies e outras atividades.

Como a doença e progressiva, no estágio intermediária, a pessoa com demência tem dificuldade com a vida no dia a dia:

  • Pode ficar muito desmemoriada, especialmente com eventos recentes e nomes das pessoas.

  • Pode não gerenciar mais viver sozinha, sem problemas.

  • É incapaz de cozinhar, limpar ou fazer compras.

  • Pode ficar extremamente dependente de um membro familiar e do cuidador.

  • Necessita de ajuda para a higiene pessoal, isto e , lavar-se e vestir-se.

  • A dificuldade com a fala avança.

  • Apresenta problemas de repetição de perguntas, gritar, agarrar-se e distúrbio do sono.

  • Perde-se tanto em casa como fora de casa.

  • Pode ter alucinações: vendo ou ouvindo coisas que não existem.


O estágio avançado é o mais próximo da total dependência e da inatividade, onde a pessoa pode:

  • Ter dificuldades para comer.

  • Ficar incapacitada para comunicar-se.

  • Não reconhecer parentes, amigos e objetos familiares.

  • Ter dificuldades de entender o que acontece ao seu redor.

  • E incapaz de encontrar o seu caminho de volta para casa.

  • Ter dificuldade na deglutição.

  • Ter incontinência urinaria e fecal.

  • Manifestar comportamento inapropriado em publico.

  • Ficar confinada a uma cadeira de rodas ou cama.

Por isso é indicada atenção e cuidado aos detalhes, fazendo tudo com muito amor. Um diagnóstico correto no estágio inicial pode ser crucial para uma boa qualidade de vida em cada estágio da doença.

Fonte: Texto revisado pelo Dr. Andre Felicio - Neurologista-SP.

#dicasparacuidadoscomidosos #exercíciosparacérebro #pessoaidosa #instituiçãodelongapermanência #deterioraçãocognitiva #equilibrio #envelhecimento #softwareidoso #idoso #fragilidadeidoso #softwaredegeriatria #alzheimer #desempenhocognitivo

9 visualizações
  • Facebook
  • LinkedIn - Black Circle
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
Telefone:   (31) 3213-9716
Whatsapp: (31) 9.9270-0043
Logo industria-i 6x6.jpg

Acesse também: